Em tempos de laranjal do PSL e Bebianno, Jair Bolsonaro se exime e responsabiliza 'o sistema'

Em meio a uma enxurrada de problemas que envolve desde as evidências de corrupção de seu partido, o PSL, durante a ação de candidatos "laranjas" na campanha de 2018, até a recente troca de farpas com seu ainda ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, que chegou a dizer que deve desculpas ao país por ter viabilizado a candidatura de Bolsonaro, o presidente Jair Bolsonaro usou suas armas preferidas - Twitter e mentira - para desviar o foco das atenções e se eximir de qualquer responsabilidade. 

Em tweet na manhã deste domingo (17), Bolsonaro inventa um inimigo externo e acusa "o sistema" de ser o responsável "pelo que estamos passando".

Comentários