Bebianno cobra isonomia e tratamento igual ao do ministro do Turismo

O ministro Gustavo Bebianno voltou a provocar o presidente Jair Bolsonaro e se disse perplexo por não estar sendo tratado da mesma forma que o ministro do Turismo, Marcelo Alvaro Antonio, que também foi acusado de operar candidaturas de laranjas "Eu estou recebendo tratamento com perplexidade. Quem dispensa o tratamento é que tem que explicar os seus motivos", disse ele, segundo relata a jornalista Talita Fernandes, na Folha. "No caso de Minas Gerais, do Marcelo Alvaro Antonio, por que que eu não sou culpado então?", perguntou.
A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo
Neste sábado (15), em Minas Gerais, Alvaro Antonio negou que haja relação entre os dois casos. "Não vejo relação de uma coisa com a outra. A questão do Bebianno está sendo resolvida, quem decide é o presidente da República, e a minha questão é completamente separada. O presidente é quem vai decidir", afirmou ele durante visita a Brumadinho (MG).

Comentários