Internautas se revoltam com apoio do PSL a Maia e Joice Hasselmann defende...





Após o PSL anunciar que pretende apoiar a candidatura de Rodrigo Maia à reeleição para a presidência da Câmara dos Deputados, internautas se revoltaram e foram às redes sociais manifestar seu inconformismo. Os eleitores lembram que o partido do presidente e de uma das maiores bancadas da Câmara foi eleito com a proposta de mudança na política, com o slogan “muda de verdade”, e que Rodrigo Maia é o símbolo da velha política. 
O procurador Diogo Ringenberg afirmou: “Rodrigo Maia na presidência da Câmara do Deputados? Fazer um governo novo usando matéria prima vencida é a crônica da morte anunciada. Maia é o político que pensa que não precisa ouvir o povo. Maia é a própria personificação da velha e da pior política! Maia é naftalina!”.
Milhares de internautas voltaram a circular imagens com frases de Maia, como na ocasião em que teria dito que “O Congresso não é obrigado a ouvir o povo”, completando com “Isto aqui não é um cartório onde a gente carimba o que o povo está pedindo”. A frase dita por Maia, textualmente, foi: “Nós não podemos aceitar que a Câmara dos Deputados se transforme num cartório carimbador de opiniões de parte da sociedade, que são democráticas, que são respeitadas, mas que a Câmara de Deputados tem toda a legitimidade para ratificar, para modificar ou até para rejeitar. Nós aqui não somos obrigados a aprovar tudo que chega a este Plenário”
Até a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, apontou a incoerência: “Não durou 24 hs o discurso de Bolsonaro de rompimento com a velha política. Hoje foi selado pelo PSL um acordão, envolvendo cargos, com os partidos políticos que ele tanto criticou, para apoiar reeleição de Rodrigo Maia para a Câmara dos Deputados”
O procurador Ringenberg lembrou ainda momentos marcantes da carreira de Rodrigo Maia, dizendo: “Estou em dúvidas sobre qual das imagens deprimentes melhor evoca Rodrigo Maia: aquela dele dizendo que o Congresso Nacional não precisa ouvir o povo, ou a dele manobrando na madrugada para dilacerar as 10 medidas e ainda questionado a veracidade das + de 2 milhões de assinaturas”.
A deputada eleita Joice Hasselmann, que foi eleita para o primeiro mandato com a proposta de renovação da Câmara, defendeu a escolha e sugeriu que não há outra opção, dizendo: “Qual seria a opção? Afundar o governo? Não ter bloco pra aprovar nada? Fazer beicinho de criança birrenta e prejudicar milhões de brasileiros por isso? Brincar de polianas? Ora, me poupe! Vamos pensar minha gente”. Joice foi duramente atacada pelos eleitores, que lembraram que votaram nela para que promovesse alguma mudança. 
Diogo Ringenberg resumiu o sentimento de parte dos internautas: ““Governabilidade, mal necessário, não bater de frente, ingenuidade, fazer concessões, não tem outro que possa vencer...”. Essa ladainha toda pro-Maia soa tão familiar, desde o mensalão, NO DISCURSO DO PARTIDO DEFENESTRADO DO PODER. Se fosse para pensar igual não precisava mudar”.
Internautas se revoltam com apoio do PSL a Maia e Joice Hasselmann defende...

Comentários