Conselho da Embraer ratifica acordo para aliança com a Boeing

A decisão veio um dia após o governo do presidente Jair Bolsonaro ter anunciado que abriu mão do direito de veto que possui na Embraer para questões estratégicas.


Em fato relevante, a Embraer afirmou que o conselho autorizou a celebração do “Master Transaction Agreement”, que contém os termos e condições para a parceria na aviação comercial. Esse acordo prevê a criação de uma joint venture que vai incorporar a área de aviação comercial da Embraer, que terá 20 por cento do negócio, enquanto os 80 por cento restantes serão da Boeing.
Conselho da Embraer ratifica acordo para aliança com a Boeing

Comentários