Pesquisar este blog

Assuntos de Goiás TV

domingo, 6 de agosto de 2017

Um dos rostos mais conhecidos da oposição venezuelana Leopoldo López volta a prisão domiciliar – Eu Digo Sempre

Rosto da oposição venezuelana Leopoldo López volta a prisão domiciliar

Leopoldo López volta a ficar preso em casa “Acabaram de transferir Leopoldo para casa”, revelou a mulher do político, Lilian Tintori, no Twitter
 

Leopoldo López, uma das figuras destacadas da oposição a Nicolás Maduro na Venezuela, voltou na última noite ao regime de prisão domiciliar, depois de quatro dias de detenção na cadeia militar de Ramo Verde, ao sul de Caracas. 

O dirigente da Vontade Popular havia sido levado de casa no início do mês pelo serviço secreto do governo de Maduro.

Na mensagem, publicada por volta das 22h45, Tintori escreve ainda que ambos prosseguem “com mais convicção e mais firmeza para conseguir a paz e a liberdade da Venezuela”

Leopoldo López estava detido desde o dia 1º de agosto no cárcere militar de Ramo Verde, medida que o Supremo Tribunal da Venezuela justificou com presumível perigo de fuga. 

O líder do movimento de centro-esquerda Vontade Popular encontrava-se já em prisão domiciliária desde julho, após três anos e quatro meses de detenção em regime fechado.

López foi condenado por ter convocado em 2014 uma manifestação que acabou em violência, com registo de três mortes.


Constituinte começa a atuar 



 Vinte e quatro horas após a sessão inaugural, a Assembleia Constituinte demitiu no sábado a procuradora-geral venezuelana Luisa Ortega, uma chavista que se distanciou do atual Presidente. 

 A própria Ortega já veio deixar claro que não reconhece autoridade à Constituinte para tal decisão. “É uma ditadura”, denunciava ontem a magistrada, que prometeria continuar “a lutar pela liberdade e pela democracia na Venezuela”

 Luisa Ortega foi nomeada procuradora-geral em 2007 pela mão do então Presidente Hugo Chávez.

“Não só prendem pessoas arbitrariamente como as fazem julgar pela justiça militar e agora não deixam a procuradora-geral entrar no seu gabinete”, reforçou Luisa Ortega, impedida pela Guarda Nacional Bolivariana de entrar na Procuradoria, situada no coração de Caracas.

Google+ Followers - Seguidores

Assuntos de Goiás

QB

QB

Arquivo do blog

Compartilhe com o mundo

videos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nalytic