Falta de energia Eletrica: Hidrolina também tem ficado no escuro

A Companhia Energética de Goiás (Celg) informou que cerca de 270 mil pessoas ficaram sem energia no estado por pouco mais de uma hora durante a redução da distribuição, realizada na tarde desta segunda-feira (19). De acordo com Francisco de Assis Soares, diretor de distribuição da companhia, após o pedido do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), 29 subestações tiveram transformadores desligados, atingindo, ao todo, 35 cidades. 

Soares explicou que o número de clientes afetados corresponde a aproximadamente 10% do total do estado. "Hoje nós temos 2,7 milhões de consumidores. A nossa potência máxima é de 2,7 mil megawatt, que atende essa demanda. Desse total, tivemos um corte de 247 megawatt ", disse.

Parte da energia foi desligada às 14h57 e reestabelecida às 16h10. Além da capital, os outros municípios que ficaram sem luz foram: Águas Lindas de Goiás, Vianópolis, Chapadão do Céu, Piranhas, Bom Jardim de Goiás, Aragarças, Hidrolina, Inhumas, Goianésia, Alto Horizonte, Uruaçu, Doverlândia, Santa Terezinha de Goiás, Niquelândia, Cristalina, Campo Alegre de Goiás, Leopoldo de Bulhões, Novo Gama, Luziânia, Nova Crixás, Goiandira, Ouvidor, Palmeiras de Goiás, Morrinhos, Mara Rosa, Campinorte, Novo Planalto, São Miguel do Araguaia, Santa Rita do Araguaia, Portelândia, Vicentinópolis, Pontalina, Buriti Alegre e Alvorada do Norte.

O diretor explica que não houve desligamento integral em nenhuma das cidades.
Rádio Rio Vermelho


Comentários