Presidente do Barcelona pede demissão após investigação e suspeita de corrupção assombra o Mundo

Corrupção, falcatruas e outros tipos de crimes envolvendo poderosos não é uma exclusividade dos brasileiros e quando envolve uma figura de um dos maiores clubes do Mundo então, um dia após se confirmar a investigação na Audiência Nacional espanhola em relação à contratação de Neymar, o amigo de Ricardo Teixeira, Sandro Rosell anunciou, na tarde desta quinta-feira, sua saída da presidência do Barcelona.
Sandro Rosell não resistiu a crise sobre o preço de Neymar, DIS e Santos não tem duvidas que foram enganados
 Em um pronunciamento oficial na sede do clube, após uma reunião com o restante da direção do Barça, o dirigente entregou um pedido de demissão por conta da denúncia que sofreu. 

O atual vice-presidente, Josep Maria Bartomeu, vai assumir o cargo e ficará no comando até 2016, quando terminaria o mandato de Rosell.
- Eu e minha família sofremos ameaças e ataques que me fizeram pensar se ser presidente significa colocar em risco a minha família. 

Nos últimos dias sofri uma denúncia injusta de apropriação indébita, que chegou à Justiça. Creio que minha etapa aqui terminou. Por isso, apresento meu pedido de demissão à diretoria do Barcelona em caráter irrevogável - disse Rosell, que foi muito aplaudido pelos presentes na sala de imprensa.
Leia mais: Efeito Neymar: presidente do Barça pede demissão após investigação | globoesporte.com

Comentários