Em discurso alienado na assembleia geral da ONU Bolsonaro sinaliza submissão a Trump


Em sua estreia no canal de CartaCapital no YouTube, o professor Reginaldo Nasser, especialista em política internacional da PUC-SP, comenta o discurso de Jair Bolsonaro na abertura da Assembleia Geral da ONU. Além de ignorar as críticas à sua política ambiental e se dizer vítima de uma perseguição global, o presidente brasileiro também sinaliza a continuidade de sua política de alinhamento automático aos interesses de Donald Trump e dos EUA.

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019