Padre Robson é suspeito de chefiar desvio de dinheiro doado para a construção da nova Basílica de Trindade


Em Goiás, a associação Filhos do Pai Eterno é suspeita de desviar o dinheiro doado para a construção da nova Basílica de Trindade. Investigada pelo Ministério Público, a denúncia contra entidade já dura dois anos. A suspeita é de que o esquema fraudulento teria movimentado R$ 1,7 bilhão e seria chefiado pelo padre Robson de Oliveira, que pediu afastamento.

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019