MP: nova Basílica de Trindade foi orçada em R$ 100 milhões e prevê maior sino suspenso do mundo



Obra começou há oito anos e tem previsão de entrega para 2026. Secretário de Segurança Pública afirmou que, com dinheiro movimentado pela Afipe, que segundo investigação do MP gira em torno de R$ 2 bilhões, 'já dava para ter construído 20 basílicas'.

A Associação Filhos do Divino Pai Eterno (Afipe) comanda, desde 2012, a construção da nova Basílica de Trindade, cidade da Região Metropolitana conhecida como a “capital da fé” do estado. A nova Basílica foi orçada, inicialmente, em R$ 100 milhões, custeados com doações de fiéis. A expectativa inicial era de que ela fosse concluída até 2022. No entanto, em 2018, essa previsão foi adiada para 2026.

O projeto prevê uma obra grandiosa, incluindo o maior sino suspenso do mundo. A construção prevê ainda uma altura de 94 metros, o equivalente a um prédio de 30 andares, em uma área total de 120 mil metros quadrados.

O maior sino do mundo começou a ser feito há dois anos para ser instalado justamente no nova Basílica. Feito na Cracóvia, cidade da Polônia, o objeto tem 4 metros de altura, 4,5 metros de diâmetro e 55 toneladas.

O sino, chamado de Vox Patris, em homenagem ao Divino Pai Eterno, é composto 78% por cobre e 22% por estanho e conta com imagens em fundição, na parte externa, que narram a história da Santíssima Trindade desde 1840 até a construção do santuário em Trindade.

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019