Aras e Bolsonaro tentam minar Lava Jato que muda alvo do PT para políticos de direita

O poder é tentador, todos querem, mas poucos são os escolhidos para fazer parte do grupo que governa e de fato detém o almejado poder de decidir. Os anos Lula na década passada viram surgir escândalos em série, entre eles o 'mensalão', que retratou exatamente essa partilha de cargos e dinheiro com quem tinha alguma influência ou voto para corroborar com as decisões do executivo.

Dilma Rousseff, a austera, caiu justamente por não ceder as pressões políticas para dividir verba e cargos com parlamentares de vários partidos, inclusive o PT e o MDB. Bolsonaro chegou ao Planalto explorando o discurso anti-corrupção elaborado pela turma de Curitiba, cujo lema era, 'se algo sair errado, jogue a culpa no PT'.
..................................................................................
..................................................................................
O procurador-geral da República, Augusto Aras, reafirmou nesta quarta-feira críticas à força-tarefa da operação Lava Jato e destacou que uma República não combina com heróis, segundo relato de dois parlamentares que participaram de uma videoconferência entre o PGR e senadores. Em entrevista à Rádio Brasil Atual, o professor Rogerio Dultra dos Santos, da Faculdade de Direito da Universidade Federal Fluminense e membro da
Associação Brasileira de Juristas Pela Democracia, afirmou que Aras e Bolsonaro tentam minar Lava Jato que muda alvo do PT para políticos da direita.
 




Os procuradores da Lava Jato em Curitiba que votaram em Jair Bolsonaro em 2018, acreditando que o PT desmontaria a engrenagem de combate à corrupção, têm afirmado privadamente que se arrependeram do voto.

Consideram que Bolsonaro está trabalhando deliberadamente para matar não só a Lava Jato, mas todas as condições que permitiram seu surgimento.
Força-tarefa da Lava Jato em Curitiba Foto: Divulgação
Ninguém diz que preferia ter votado no PT. Arrependem-se de não ter votado nulo.
Fonte:Procuradores da Lava Jato em Curitiba se dizem arrependidos de voto em Bolsonaro - Época

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019