Agora não é o Lula nem o The Intercept que afirmam, e sim Augusto Aras: PGR diz que Lava Jato 'bisbilhotou' vidas de 38 mil pessoas e tem uma 'caixa de segredos'

O Procurador-Geral da República voltou a criticar a operação do Ministério Público. Em live com advogados, o procurador-geral da República, Augusto Aras, fez novas críticas à Lava-Jato. "Agora é a hora de corrigir os rumos para que o lavajatismo não perdure. Mas a correção de rumos não significa redução do empenho no combate a corrupção", disse. 
O PGR afirmou textualmente que  a Lava Jato é uma 'caixa de segredos'. Em resposta a força-tarefa da Lava Jato publicou uma nota na qual repudia as declarações do chefe do Ministério Público. 

Esse é mais um capítulo dos desentendimentos públicos entre Aras e os membros da força-tarefa, mas corrobora com as revelações feitas anteriormente pelo The Intercept por meio da ação que ficou conhecida como #Vazajato e o que sempre disse o ex-presidente Lula.

É precipitado dizer qual dos lados esta com a razão, se a força tarefa que em conjunto com o então juiz Moro perseguiu políticos de um determinado partido, protegendo outros acusados dos mesmos 'supostos crimes', ou se o Procurador Geral que viu irregularidades ou quer apenas mostrar serviço ao Presidente da República ao visar algum passo em falso da operação que possa ser usado para desqualificar a atuação do ex-ministro Sérgio Moro enquanto magistrado da Vara de Curitiba.
Fonte:Aras diz que Lava Jato 'bisbilhotou' vidas de 38 mil pessoas / Twitter

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019