Para criar uma nova cortina de fumaça, Moro pede a PF que retome perseguição a Lula

O caso envolve uma declaração feita no ano passado pelo petista, em que ele disse que o presidente Jair Bolsonaro 'governa para os milicianos'. Segundo o Ministério da Justiça, a investigação, baseada na Lei da Segurança Nacional, é se Lula teria cometido crime contra a honra e crime de calúnia ou difamação contra Bolsonaro. 
Nesta quarta-feira, o ex-presidente chegou a ser interrogado brevemente em um aeroporto de Brasília.
 
A pedido de Moro, Lula é investigado por calúnia ou difamação contra Bolsonaro / Twitter

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019