Em dezembro de 2019, João de Deus já havia sido sentenciado a 19 anos e 4 meses de prisão por dois casos de estupro de vulnerável e fraude. Denunciado 12 vezes, João de Deus está preso desde 16 de dezembro de 2018



Em dezembro de 2019, João de Deus já havia sido sentenciado a 19 anos e 4 meses de prisão por dois casos de estupro de vulnerável e fraude. Denunciado 12 vezes pelo Ministério Público de Goiás por crimes sexuais, João de Deus está preso desde 16 de dezembro de 2018.
João Teixeira de Farias, conhecido como João de Deus, é condenado a 40 anos de prisão em regime fechado por crimes sexuais contra cinco vítimas. A sentença é da juíza Rosângela Rodrigues, do Tribunal de Justiça de Goiás. Esta é a segunda condenação contra ele.

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019