O Flamengo 2019 tem muita semelhança com a Seleção Brasileira de 2006... Tomara que o desfecho seja outro!



Sim, o Flamengo esta voando, tem jogadores que estão jogando acima da média no contexto do futebol nacional, e assim como o elenco de Carlos Alberto Parreira na Copa da Alemanha em 2006, chega com alguns jogadores (maioria do elenco) titulares e incontestáveis atualmente. A prova de fogo para o elenco de Jorge Jesus é a final da Copa Libertadores diante de um adversário tão grande quanto o próprio Flamengo.
Em 2006 o conhecido "quadrado mágico" levou os torcedores ao delírio, impondo por meio do talento a condição de favorito em qualquer partida que disputasse. Kaká, Adriano, Ronaldo e Ronaldinho Gaúcho estavam voando em seus clubes na Europa, mas o freio apareceu e a França de Zidane colocou um ponto final naquele favoritismo todo e trouxe o Brasil para um patamar de realidade que a Seleção Brasileira não conseguiu superar até os dias de hoje.
O Flamengo com um elenco homogêneo já foi comparado com vários esquadrões que marcaram a história. Dizem que este time lembra muito ou até supera aquele time fantástico de 1981, os mais empolgados chegam a colocar a equipe de Jesus superior ao Santos de Pelé, claro, que sem o Pelé, mas ninguém até agora fez a comparação desse Flamengo que pode entrar para história com aquela seleção que também poderia ter marcado a história e não o fez... O River Plaite de Marcelo Gallardo é o último obstáculo para os rubro-negros atingirem a glória suprema de um time de futebol.
Às 17 h de Brasília, esse time começa a reescrever um capítulo importante da história do futebol mundial ou então passar para essa mesma história apenas como um bom time. Nada mais que isso!   

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019