Revoltado com punição, Vettel reclama muito e coloca placa de 2º lugar à frente de carro de Lewis

Sebastian Vettel cruzou a linha de chegada em primeiro no GP do Canadá, neste domingo, mas a vitória ficou com Lewis Hamilton. O alemão foi punido com 5s por ter deixado a pista e retornado de "maneira perigosa" segundo decisão da Federação Internacional de Automobilismo (FIA). O piloto da Ferarri terminou a prova furioso e as reclamações começaram já pelo rádio.
Revoltado com punição, Vettel reclama muito e coloca placa de 2º lugar à frente de carro de Lewis
- Você precisa ser absolutamente cego para pensar que eu poderia ir na grama e depois controlar o carro. Eu tive sorte de não bater no muro. Onde eu deveria ir? Esse é um mundo errado, isso não é justo - disparou.

O chefe da Ferrari, Mattia Binotto, tentou acalmar seu piloto pelo rádio, mas Vettel seguiu muito irritado.

- Eu não vou ficar calmo. Isso não é justo, não é justo. Estou irritado e tenho o direito de estar. Não ligo para o que falam - prosseguiu Sebastian.

Em seguida, o piloto se recusou a levar o carro para o local designado para o três primeiros colocados, largando o bólido na entrada dos boxes. Vettel então saiu andando como se não fosse para o pódio, mas acabou voltando. Não sem antes se dirigir às placas com que indicam as posições em que três primeiros colocados devem estacionar os carro e trocar a sinalização que estava na frente do carro de Hamilton, removendo a de primeiro lugar e trocando-a pela de segundo.

Em meio a um clima horrível no pódio, o rival da Mercedes chegou a puxar o piloto da Ferrari para o primeiro lugar no pódio. Um pouco mais calmo, Sebastian evitou se prolongar no assunto, mas ironizou a decisão da direção de prova.

- Acho que já falei o bastante. Mas deveriam perguntar ao público o que acham. Tivemos um excelente show, pergunte ao público.

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019