Neymar diz à polícia que assessores divulgaram imagens íntimas de jovem

No inquérito aberto no Rio, Neymar disse, em depoimento, que dois assessores foram responsáveis pela divulgação de imagens íntimas da mulher que o acusa de estupro.
Resultado de imagem para Neymar diz à polícia que assessores divulgaram imagens íntimas de jovem
A polícia agora quer ouvir um assessor de Neymar e um técnico em informática sobre a divulgação das mensagens entre o jogador e Najila Trindade Mendes de Souza.

Neymar disse no depoimento de quinta-feira (6), na Delegacia de Repressão a Crimes de Informática, que a divulgação da troca de mensagens entre ele e a mulher ficou a cargo da equipe que cuida das redes sociais do jogador e que ele gravou apenas o vídeo se defendendo da acusação de estupro.

Neymar disse que não tem conhecimento técnico para postar vídeo junto com as mensagens e que liberou o conteúdo para que fosse divulgado pelo assessor e pelo técnico em informática.

O jogador afirmou no depoimento que deu orientações para que as partes íntimas da modelo fossem preservadas, mas o rosto, o nome e algumas imagens acabaram vazando.

A chegada do jogador a delegacia, na noite de quinta, foi tumultuada. Na entrada, a van em que ele estava foi cercada por crianças e jovens. Neymar desceu com a ajuda de muletas e precisou de uma cadeira de rodas para chegar até a porta da delegacia.

O jogador ficou uma hora e 40 minutos na delegacia. O celular dele não foi apreendido, mas Neymar permitiu que a polícia tivesse acesso total as mensagens.

O jogador é investigado por divulgar fotos íntimas de Najila Trindade Mendes de Souza o acusa de estupro e agressão.

Na saída da delegacia, Neymar deu uma declaração, mas não respondeu a perguntas.

“Só quero agradecer todo apoio, mensagens que todo mundo mandou, meus amigos, fãs, todo mundo que está acompanhando. Só agradecer obrigada pelo carinho. Dizer que me senti muito amado. Então, só agradecer o carinho de todos. Obrigado”.

A advogada Maíra Fernandes disse que Neymar esclareceu tudo e que está tranquilo:

“Ele fez questão de vir o quanto antes, assim que pode. Nós confiamos plenamente que vamos provar a inocência do nosso cliente”.

A defesa de Neymar disse que não vai comentar o depoimento de Najila porque não teve acesso ao conteúdo ou ao inquérito. Mas, em nota divulgada no início da noite, a assessoria de Neymar afirmou que “todas as evidências divulgadas convergem para a conclusão de que o atleta foi vítima de denunciação caluniosa, e que o crime está sendo apurado pelas autoridades policiais”.

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019