Durant é liberado para treinar com os Warriors, mas continua sendo dúvida para o jogo 5

Na única atividade em quadra no Canadá antes do jogo 5 das finais da NBA, a Scotiabank Arena estava repleta de jornalistas. As câmeras buscavam Kevin Durant. Pela primeira vez em praticamente quatro semanas, ele era aguardado para treinar com o restante do time do Golden State, como Steve Kerr prometeu. Mas durante a primeira meia hora, único momento que a mídia tem para acompanhar e fazer imagens, o ala era o único atleta que não estava presente. Ele se uniu aos companheiros exatamente no momento em que praticamente todos os repórteres já haviam saído.
Durant é liberado para treinar com os Warriors, mas continua sendo dúvida para o jogo 5
Da porta do vestiário, era possível ver que ele imediatamente apanhou uma bola e partiu para a zona morta arremessar, saltando normalmente.

Não chega a ser uma surpresa. O técnico dos Warriors comentou uma evolução no quadro do jogador mas não pareceu muito animado com o retorno dele para a partida que pode ser decisiva.

- Ele vai treinar, depois terá um trabalho extra com os mais jovens, e aí depois iremos avaliar - disse Steve Kerr, de forma muito breve.

- O que ele fará hoje ainda não havia feito. Está melhor - completou o treinador, sem dar muitos detalhe sobre a real condição de Durant.

Por outro lado, Klay Thompson garantiu que estará próximo de 100% para a partida de segunda-feira. Ele perdeu o primeiro jogo em Oakland por causa de uma contratura leve na posterior da coxa. No duelo 4, ele foi o melhor em quadra dos Warriors, com 28 pontos, e prometeu estar ainda melhor.

- Eu joguei 80%. Hoje estou 90, então amanhã estarei muito perto do máximo - disse Thompson.

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019