Pega fogo cabaré! Deputadas do PSL trocam farpas e expõem racha no partido





Reinaldo Cruz

Duas deputadas que simbolizam no que se transformou a política brasileira. Gente despreparada cujo o único objetivo é desfrutar das benesses do poder, as duas senhoras obesas fazem parte do peso morto que temos no Congresso Nacional, foram eleitas na esteira da família Bolsonaro e como os membros da família se mostram descontroladas ao tratar da coisa pública e assuntos que envolvam os destinos da nação.
Sim, o entrevero relato pela rádio Jovem Pan tem um quê de pessoal, tem sim, mas é o retrato fiel da ineficiência que os paulistas ajudaram a elevar a condição de autoridade. Pior, elas fazem parte do grupo de parlamentares que anseiam emplacar seus nomes em algum projeto de relevância que mude os rumos da nação.
Acusar a esquerda ou o PT disso ou daquilo parece não estar sendo suficiente para sustentar "likes e viwes" nas redes sociais, então as nobres deputadas representantes do povo brasileiro resolveram fazer como o Presidente da República e criar seus próprios inimigos para poder usar o "fogo amigo" como forma de promoção pessoal, afinal de contas o Brasil não tem problemas suficientes e mais urgentes para lidar do que uma briga de lavadeiras como das parlamentares inúteis para o debate político. 
Como diz Marco Antônio Villa, é de uma pobreza ideológica assustadora.

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019