Maior erro de Jair Bolsonaro é falar apenas para “seu” público, assustando os demais

O que Jair deveria fazer depois de assumir o governo? É óbvio: o que faz todo governante – tentar ampliar o seu leque de apoiantes. Pois é, mas ele fez o contrário. Começou – como Lula quando estava acuado – a falar para o “seu” público. Quem é de um extremo e fala para o “seu” público, assusta e afasta os demais públicos que poderiam apoia-lo.
Resultado de imagem para bolsonaro
Todo o segmento liberal, por exemplo, deveria estar com ele – e não está, porque não admite desvios democráticos. Aí se situa o ralo da popularidade de Jair: pessoas que votaram nele com medo do PT, ficaram com medo dele.

UM CONSELHO – Se Jair me pedisse um conselho, eu daria: ele não está na presidência para desafiar e insultar a esquerda. Ele está na presidência para governar melhor que a esquerda.

É-lhe fundamental aprovar a Reforma da Previdência, que ele trata com tanto distanciamento e indiferença. É-lhe essencial dar força à economia, para melhorar a confiança dos investidores. É-lhe vital obter desenvolvimento para minorar o desemprego.

Mas ele tem o olhar fixo e vidrado no marxismo cultural e no armamentismo da população.

OUTROS CONSELHOS – Quer acabar com o marxismo cultural? Adote uma política educacional criativa e eficaz, mas não mate a Educação.

E não arme a população, porque muitos inocentes vão morrer. E a maior parte das pessoas de bem ficará contra você.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – Carlos Marchi é um dos maiores jornalistas brasileiros e tem um enfoque surpreendente em suas reflexões. Visitar sua página no Facebook sempre nos traz excelentes ensinamentos. (C.N.)
Carlos Marchi/ (via Facebook)


TRIBUNA DA INTERNET | Maior erro de Jair Bolsonaro é falar apenas para “seu” público, assustando os demais

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019