Jovens que acharam e devolveram R$ 12 mil, viram orgulho de Goiás e recebem "recompensa" de deputado

A Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) recebeu, na tarde desta quarta-feira, 29, a visita de quatro jovens que protagonizaram uma história inusitada na cidade de Santa Rosa de Goiás — localizada acerca de 90 km de Goiânia. Os jovens brincavam em um prédio abandonado do município quando encontraram nas paredes do imóvel um saco com R$ 12 mil dentro. A história impressionou parlamentares, servidores e visitantes que passaram pelas dependências do Palácio Alfredo Nasser.


O assunto virou tema do Pequeno Expediente. Da tribuna, o deputado Paulo Trabalho (PSL) detalhou: “Quem nunca, durante a infância, sonhou em encontrar um tesouro escondido? Esses garotos encontraram. No saco havia R$ 12 mil reais em notas de R$ 100 e R$ 50”, explicou. Para ele, mesmo diante de tanto dinheiro, os jovens prezaram pela honestidade. “Eles são de família humilde, de vida simples e mesmo assim tiveram a grandeza de não se apoderar daquilo que não era deles”, afirmou.

Como reconhecimento, Trabalho requereu que a Assembleia Legislativa realize uma Sessão Especial para homenagear os jovens: Gabriel Valentim, Marcos Antônio, Luiz Augusto e Bruno Feliciano. O parlamentar também realizou a doação de R$ 3 mil reais para o grupo. Dois deles são irmãos, portanto, cada família receberá R$ 1 mil de recompensa.

“Assim que fiquei sabendo dessa história pedi para que minha equipe encontrasse esses garotos. Aqui, resolvi antecipar uma das minhas doações mensais — equivalente ao valor de R$ 3 mil repassados para instituições de caridade — para os jovens. Eles não poderiam sair de mãos vazias. Tiveram um gesto exemplar, certamente receberam uma boa educação e merecem ser recompensados”, explicou.
Jovens que devolveram pacote com R$ 12 mil recebem R$ 3 mil de deputado - Jornal Opção

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019