Domínio assustador da Mercedes exige mudança de regulamento na F1


#FlavioGomes analisa o longo domínio que a #Mercedes vem exercendo na #F1 e entende que apenas uma mudança de regulamento pode salvar o campeonato.

Reinaldo Cruz

É mesmo assustador e inusitado o domínio da Mercedes neste início de temporada na Fórmula 1, não é inédito, mas não deixa de ser algo que impressiona. Nos tempos de Senna e Prost na MacLaren só eles venciam as provas, era raro quando algum piloto se metia nessa rivalidade, uma das mais celebres do automobilismo mundial.
Lewis Hamilton e Valteri Bottas tem sim os melhores carros, os melhores engenheiros, enfim, o melhor tudo da competição, mas a decepção dos fãs não é pela competência apresentada pela Mercedes e sim pelo decepcionante rendimento das equipes concorrentes, em especial da Ferrari de Sebastian Vettel que até ameaçou apresentar um novo astro dos circuítos, mas Leclerc também foi só fogo de palha que logo voltou ao posto de coadjuvante dado o completo domínio da equipe flecha de prata. Mais do que qualquer um dos pilotos alinhados no Grid, Lewis Hamilton tem motivações extras que o levam a perseguir bem mais do que o título da categoria. O inglês quer atingir os números de Michael Schumacher, incluindo o número de conquistas, e estranhamente o alemão Sebastian Vettel parece não ter o mesmo intuito e poderia almejar isso, pois é dono de quatro títulos e outros indicadores significativos que embasam a ideia de que Hamilton não deveria estar reinando absoluto na Fórmula 1 como se não tivesse concorrentes à altura.
Claro que para Vettel se sobressair é necessário que a Ferrari produza e entregue muito mais do que tem feito até agora no ano. Sem um bom desempenho da equipe fica difícil para os pilotos mostrarem nas pistas o seu talento e capacidade de vencer, afinal de contas essa é a categoria mais automatizada do automobilismo e sem a participação de engenheiros, projetistas e a equipe em geral fica complicado para que o torcedor perceba o arrojo dos pilotos nas pistas. 

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019