Como funciona a Previdência. E qual o debate sobre a reforma


Entenda o sistema de aposentadorias no Brasil, como é calculado o deficit, o efeito do envelhecimento da população e o que é a proposta de capitalização.

Reinaldo Cruz

Todos os brasileiros, ricos ou pobres, almejam se aposentar um dia, nem todos tem a certeza que vão conseguir isso. Toda e qualquer tentativa de mexer no sistema previdenciário desagrada a quem trabalha fixado ou vive de bicos ao longo da vida, a maioria de nós quer muito se aposentar um dia por idade porque jamais vai conseguir atingir o tempo necessário de contribuição para deixar de trabalhar por tempo no mercado de trabalho.
Entender o que esta sendo proposto ajuda a embasar o descontentamento e entender se é mesmo necessário mexer no sistema. Todo governo que propõe mudança fala em atacar os privilégios dos ricos e beneficiar no futuro aqueles que ganham menos.
Essa afirmação cai no vazio quando tomamos conhecimento que 83% dos aposentados ganham no máximo 2 salários mínimos e que dentro do percentual restante há quem receba dos cofres públicos mais de um benefício acima do teto previdenciário. Mas os textos apresentados pelos governos e mexidos pelos parlamentares não visa reformar a Previdência para quem ganha além do salário mínimo, dizem propor ataque aos privilégios quando na verdade querem tirar ainda mais daqueles que ganham menos que são os serventes de pedreiros, empregada doméstica, o estivador e o gari. 

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019