Aécio era o personagem oculto de Sérgio Cabral

Em depoimento ao juiz Marcelo Bretas, o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral disse ter conhecido o empresário Georges Sadala por intermédio de "um político nacional de outro estado".
Wellington Prado - Imprensa-MG
O tal político é o atual deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG), citado em várias delações premiadas na Operação Lava Jato. O tucano é amigo de juventude de Sadala, para que o caso não saia da jurisdição do Rio de Janeiro e vá para Brasília.

Cabral é réu em mais de 20 inquéritos na Lava Jato. Em depoimento ao juiz no mês de fevereiro, o emedebista admitiu ter recebido propina. "Esse meu erro de postura, de apego a poder, dinheiro, a tudo isso… É um vício", disse.

Aécio começou a ver a decadência mais forte em sua carreira em 2016 quando foi divulgado na imprensa o conteúdo das gravações feitas pelo empresário Joesley Batista. Conforme o áudio, o então senador pediu propina de R$ 2 milhões ao sócio da JBS. 

O tucano tratou a propina como venda de apartamento. "Foi proposta, em primeiro lugar, a venda ao executivo de um apartamento de propriedade da família", disse ele, em nota.
Aécio era o personagem oculto de Sérgio Cabral | Brasil 247

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019