A carta do Papa Francisco para o ex-presidente Lula é uma mensagem de esperança e fé para o povo brasileiro

A carta enviada pelo Papa Francisco ao ex-presidente Lula, divulgada na manhã desta quarta-feira (29), gerou ira nos bolsonaristas nas redes sociais. Entre os revoltados está Luciano Hang, o dono da Havan, que considerou o ato uma “vergonha”, e o youtuber Nando Moura, que afirmou que Francisco “não conhece” o processo contra Lula.
Imagem
A divulgação da mensagem na mídia fez com que o Papa ocupasse o topo dos assuntos mais comentados no Twitter. Entre as publicações na rede social, muitos foram os elogios ao gesto do chefe do Vaticano, mas também apareceram algumas manifestações contrárias, com ataques ao líder religioso.

Luciano Hang, por exemplo, disparou: “O Vaticano cheio de problemas, padres molestando crianças, Argentina quebrada e o Papa Argentino apoiando o maior corrupto da história do Brasil. É por isso que a igreja católica está cada vez mais perdendo fiéis. É uma vergonha”.

O youtuber Nando Moura gravou um vídeo criticando a carta, mas tentando minimizar as palavras do líder religioso: “Será que o Papa conhece mesmo o processo que Lula está passando? Será que não disseram nada e ele apenas respondeu à carta que Lula havia enviado? Não é papel do Papa tomar partido de condenado por corrupção nem pavilhar a soltura do ex-presidente”.

Para Moura, Francisco “envergonha muitos cristãos e católicos” e diz reconhecer Joseph Hatzinger – que renunciou ao papado – como verdadeiro líder. O youtuber ainda atacou a CNBB dizendo que a instituição católica está “corrompida pela teologia da libertação”.

A carta também foi comentada por conservadores no plenário da Câmara. A deputada federal Bia Kucis (PSL-DF), por exemplo, tentou minimizar a mensagem dizendo que foi um apenas gesto de misericórdia.

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019