Zhores Alferov, prêmio Nobel de Física, morre aos 88 anos

Morreu neste sábado (2), aos 88 anos, o russo Zhores Alferov, um dos vencedores do prêmio Nobel de Física em 2000. Ele compartilhou o prêmio por seu trabalho sobre semicondutores e tecnologias relacionadas ao laser com o alemão Herbert Kroemer. Alferov faleceu em São Petersburgo, na Rússia, anunciou o Partido Comunista do país.

As informações são das agências de notícias Reuters e AFP.
O ganhador do Prêmio Nobel em Física em 2000, Zhores Alferov, morreu neste sábado (2) em São Petersburgo, na Rússia, aos 88 anos. — Foto: Pavel Golovkin/AP
Os trabalhos de Alferov permitiram aplicações práticas usadas hoje em satélites, celulares e leitores de código de barras, além de impulsionarem o fluxo de informações nos cabos de fibra ótica de internet. A pesquisa dele também contribuiu para o desenvolvimento de lâmpadas de LED.

À época da vitória, Alferov era pesquisador do Instituto Ioffe, em São Petersburgo, uma das instituições ligadas à Academia de Ciências russa — da qual também foi vice-presidente.

"Por meio de suas invenções, os ganhadores do Nobel de Física deste ano estabeleceram uma base firme para a tecnologia da informação moderna", considerou a Fundação Nobel em 2000. "Alferov e Kroemer inventaram e e desenvolveram componentes opto e microeletrônicos rápidos baseados em estruturas semicondutoras em camadas, chamadas de heteroestruturas semicondutoras".

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019