Mercedes vence na Austrália e já é (De Novo) a equipe a ser batida na temporada de Fórmula 1

Aquela pole-position obtida de forma surpreendente no sábado, depois de uma pré-temporada nada animadora em Barcelona, colocou o antes favorito Lewis Hamilton na condição de favoritaço à vitória no GP da Austrália. Mas se o carro da Mercedes se mostrou competitivo para o Inglês, também poderia render, como rendeu, frutos ao seu companheiro de equipe logo na abertura da temporada 2019.
A prova na Austrália contou uma história totalmente diferente daquela que os aficcionados por Fórmula 1 tinham como expectativa para a prova e consequentemente pode mudar a forma de alguns enxergar como será o andamento do campeonato à partir da estréia e principalmente pelo rendimento dos carros dos pilotos considerados favoritos. Essa mudança de conceito é graças, e principalmente, ao que fez Valtteri Bottas na prova, o finlandês surpreendeu seu companheiro de Mercedes e o mundo ao dar o bote ainda na largada e assumir a liderança para vencer de ponta a ponta em Melbourne.

Aquela inconsistência apresentada pelos carros da Mercedes na pré-temporada foi corrigida ou era apenas jogo de cena para esconder a real situação da equipe. Com um ritmo de corrida muito forte, Bottas não só superou Hamilton logo início da corrida, como abriu uma vantagem assustadora para o companheiro de equipe, o suficiente para passear tranquilamente em Albert Park e iniciar o campeonato com um cenário completamente diferente daquele vivido em 2018 em que não conseguiu uma única vitória, sendo apenas coadjuvante na melhor equipe da Fórmula 1.

Valteri Bottas venceu, convenceu e iniciou a temporada da melhor forma possível, com direito à volta mais rápida na prova e com a mudança de regulamento lhe permitiu conquistar neste fim de semana todos os 26 pontos possíveis na disputa.
Acostumado com o protagonismo na categoria, Lewis Hamilton teve que se contentar em ver o show de pilotagem protagonizado por seu companheiro Valteri Bottas. Sem poder de reação restou ao pentacampeão se dar por satisfeito com a segunda colocação, feliz por não ter a companhia no pódio da concorrente Ferrari, que pode ser vista como a grande decepção do fim de semana na Austrália, mas sim da RBR de Max Verstappen que este ano deixa de ser uma promessa da F1 para buscar de vez a afirmação entre os grandes nomes do automobilismo mundial.

O holandês fez bela prova e levou a Red Bull ao pódio, mas o feito mais festejado pelos amantes do esporte foi ter conseguido levar a Honda ao seu primeiro pódium desde que regressou à F1 como fornecedora de motores, em 2015. A tradicional fabricante de motores tem uma história linda na categoria e o início promissor na Austrália pode ser o prenúncio de uma aliança vitoriosa entre a RBR e os japoneses. 

Já Sebastian Vettel era a imagem da decepção, a quarta colocação foi um resultado frustrante para quem aposta suas fichas no carro vermelho na briga pelo título. A segunda etapa da temporada 2019 do Mundial de F1 acontece daqui a duas semanas com o GP do Bahrein, em Sakhir, corrida esta que marcará a 999ª corrida da história da categoria.

Confira nesse vídeo os novos carros do F1 2019 das equipes Ferrari SF90, Mclaren MCL34, e o novo carro da Alfa Romeo 2019, são esses carros 3 carros anunciados, nós completamos todos os carros que foram divulgados, veja abaixo o link para os outros que foram. Hass VF19, Williams FW42, Toro Rosso STR14, Renault R.S.19, Mercedes W10, Racing Point RP19 e Red Bull RB15.
Mercedes vence na Austrália e já é (De Novo) a equipe a ser batida na temporada de Fórmula 1

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019