Pirelli afirma que equipes de ponta "estão próximas" e mostra surpresa com tempos em Barcelona

Resultado de imagem para f1 barcelona 2019
A primeira semana de pré-temporada da Fórmula 1, encerrada na quinta-feira (21), trouxe informações valiosas para a Pirelli. A fábrica italiana terminou a sequência de atividades sem imprevistos no comportamento dos novos compostos de pneus e, além disso, com informações sobre a performance das escuderias. De acordo com Mario Isola, chefe de automobilismo da fábrica, o top-3 de equipes da Fórmula 1, composto por Mercedes, Ferrari e Red Bull, estão com desempenhos semelhantes ao longo das atividades.

Isola nota o padrão de voltas semelhantes nos cinco pneus diferentes disponibilizados pela Pirelli, do C1 ao C5. "As três equipes de ponta estão próximas. Ainda não sabemos se eles estão escondendo algo ou não. Olhando tempos de volta, eles parecem próximos", disse o dirigente em entrevista acompanhada pelo GRANDE PRÊMIO.

Mais do que 'dedar' o ritmo próximo das três gigantes, Isola também aponta que os tempos de volta estão inesperadamente baixos. Mesmo com mudanças de regulamento que simplificam a aerodinâmica, manobra que deveria facilitar ultrapassagens ao custo de carros mais lentos, o que se viu foi apenas um sutil acréscimo de décimos na comparação com a pré-temporada de 2018.

"Alguém reclamou dos níveis de aderência, mas é difícil entender isso. Se você olhar para os tempos de volta, eles estão em 1min17s5, algo assim", apontou. "Ano passado, o melhor tempo foi 1min16s7, se me lembro bem. Considerando que agora os carros tem 10 kg a mais de peso, com o peso mínimo subindo, isso representa 0s3. Existia a expectativa de uma queda de performance de 1s, 1s5 com o novo regulamento técnico. Não é o caso. A diferença de performance é de 0s5 no momento. A pole-position ano passado [no GP da Espanha] foi 1min16s1 em condições completamente diferentes. Sabemos que as equipes exigem mais do motor na classificação, então não estamos longe em termos de performance", destacou.

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019