Após determinar asfixia financeira da Venezuela, Governo Trump Oferecem Fim De Sanções a Militares Que Apoiarem Guaidó

No dia 23 de janeiro, o líder da Assembleia Nacional venezuelana em desacato, Juan Guaidó, se autoproclamou presidente interino da Venezuela. A declaração ocorreu logo após a posse de Nicolás Maduro para o seu segundo mandato como presidente. 
Resultado de imagem para guaidó e trump
O mandatário venezuelano foi reeleito em maio de 2018 com 67% dos votos. Setores de oposição do país, alinhados com os Estados Unidos e com o Grupo de Lima - bloco de 14 países americanos, do qual o Brasil faz parte - contestam o resultado da eleição. 

Após Guaidó se autodeclarar presidente, os Estados Unidos intensificaram a pressão contra o governo Maduro, anunciando uma série de novas sanções ao país. A última delas, contra a petrolífera estatal venezuelana PDVSA.  









Além disso, o presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que não descarta a possibilidade de uma intervenção militar contra a Venezuela. Segundo ele, “todas as opções estão sobre a mesa” caso Maduro não aceite entregar o poder para Guaidó. Maduro acusa os Estados Unidos e os países do Grupo de Lima de incentivarem um golpe de Estado na Venezuela. 
Estados Unidos Oferecem Fim De Sanções a Militares Venezuelanos Que Apoiarem Guaidó | Brasil de Fato

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019