Frente de juízes e promotores repudia intenção de Bolsonaro de extinguir Justiça do Trabalho

A Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público (Frentas), que congrega 40 mil juízes e promotores de todo o país, divulgou nota, na qual manifesta repúdio à sinalização de Jair Bolsonaro a respeito da possível extinção da Justiça do Trabalho.

Em entrevista ao SBT, na quinta-feira (3), Bolsonaro afirmou que pode discutir o fim da Justiça do Trabalho. 


O militar disse, ainda, que pretende aprofundar a reforma da legislação trabalhista.
Frente de juízes e promotores repudia intenção de Bolsonaro de extinguir Justiça do Trabalho

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019