Bruno Henrique vira o jogo pra cima do Botafogo e em sua estreia pelo Flamengo cai nas graças da torcida

Imagem relacionada
Após tropeço do rubro negro diante do Resende, os críticos se apressaram a condenar os investimentos feitos pelo Flamengo, até comparações com o time de Romário, Edmundo e Sávio nos idos da década de 1990 foram feitas e sempre com tom pejorativo. O completo domínio do clássico não valeria de nada se a bola não tivesse sido colocada na casinha, Bruno Henrique fez isso duas vezes para dar a vitória  ao Fla e cair de vez nas graças do torcedor logo na estréia com a camisa do mais querido.




Rápido e incisivo, atuando pelo lado esquerdo do campo - entrou no lugar de Vitinho -, o jogador mostrou o que tem de melhor: velocidade, habilidade e poder de conclusão. Além dos dois gols em sua estreia, contra o Botafogo, na vitória por 2 a 1, Bruno Henrique criou também outras oportunidades de gol. Lembrou muito aquele jogador com estilo de peladeiro que surgiu em 2015 com a camisa do Goiás Esporte Clube.
O técnico do Flamengo, Abel Braga, falou sobre os erros da equipe durante a partida, mas não poupou elogios ao estreante Bruno Henrique, que marcou duas vezes e comandou a virada rubro-negra sobre o Botafogo, em pleno Estádio Nilton Santos.

Comentários