Pesquisar este blog

Arquivo do blog

0
assinantes
fãs
seguidores
artigos
comentários

Informe seu email para receber novos artigos

sábado, 24 de novembro de 2018

Governo vê situação “grave” no Rio da Prata e prepara ações emergenciais

Desde sexta-feira (16), os moradores da cidade de Jardim, região oeste de Mato Grosso do Sul, convivem com um forasteiro inconveniente. O rio da Prata, que cruza a cidade e é conhecido pelas águas cristalinas, tem tonalidades turvas, amarronzadas por uma lama que não se sabe bem de onde veio. 
A Polícia Militar Ambiental do estado afirmou que a lama partiu de uma fazenda de cultivo de soja da região, que escorreu para o rio por conta de uma chuva torrencial na última semana, mas não deu mais informações. O rio não corta somente a pequena cidade de pouco mais de 24 mil habitantes. 
As águas do Prata são um afluente do rio Miranda, que percorre quase 500 quilômetros para desembocar em Corumbá, na fronteira com o Paraguai. Também atravessa Bonito, cidade sul-mato-grossense que alavanca o turismo do estado, justamente pelas águas transparentes do rio. Até outubro deste ano, mais de 160 mil pessoas haviam visitado a cidade, segundo boletim divulgado pelo governo de Mato Grosso do Sul.

Google+ Followers - Seguidores

Assuntos de Goiás

QB

QB

Compartilhe com o mundo

videos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nalytic