ADVOGADOS DE LULA PROTOCOLAM MEDIDA CAUTELAR NO COMITÊ DE DIREITOS HUMANOS DAS NAÇÕES UNIDAS PARA QUE O GOVERNO BRASILEIRO IMPEÇA A PRISÃO DE LULA

NOTA À IMPRENSA

     Os Advogados de defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva confirmam que protocolaram hoje, 06 de abril, junto ao Comitê de Direitos Humanos das Nações Unidas, em Genebra, uma medida cautelar com um pedido de liminar para que o governo brasileiro impeça a prisão de Lula até o exaurimento de todos os recursos jurídicos.

     A decisão por uma estreita margem, tomada na quarta-feira, 04 de abril, pelo Supremo Tribunal Federal, demonstra a necessidade de um tribunal independente examinar se a presunção de inocência foi violada no caso de Lula, como também as alegações sobre as condutas tendenciosas do juiz Sérgio Moro e dos desembargadores contra o ex-presidente.

     O pedido de Medida Cautelar foi apresentado pelos advogados do ex-presidente Lula, Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Zanin Martins, em conjunto com o advogado britânico Geoffrey Robertson QC, especialista em direitos humanos.

     Os Advogados de defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva confirmam q ue protocolaram hoje, 06 de abril, junto ao Comitê de Direitos Humanos das Nações Unidas, em Genebra, uma medida cautelar com um pedido de liminar para que o governo brasileiro impeça a prisão de Lula até o exaurimento de todos os recursos jurídicos.