Conselho Estadual de Educação tem nova sede e novo colegiado para 2018/ 2019 – Ética e Educação

Em um ano marcado por uma série de medidas em prol da Educação Pública, o governador Marconi Perillo entregou nesta segunda-feira, dia 18, a nova sede do Conselho Estadual de Educação (CEE) e empossou os novos integrantes do colegiado.

O CEE foi implantado no tradicional prédio do Colégio Estadual José Carlos de Almeida, um dos primeiros da capital, no Centro de Goiânia. 

O espaço foi completamente reformado por meio de Parceria Público-Privada e vai abrigar, a partir de agora, além do Conselho Estadual de Educação, o Conselho Estadual de Cultura e o Centro de Inovação de Capacitação de Professores.

Junto com os novos conselheiros para o biênio 2018/2019, assumiu a presidência do CEE o conselheiro Marcus Elias Moreira, que substitui Esther Carvalho, que comandou o órgão nos últimos dois anos.


Ao saudar os novos conselheiros, o governador, que estava acompanhado a primeira-dama Valéria Perillo, destacou a parceria com a Casa Cor, que permitiu a requalificação do espaço, que passa contar com infraestrutura completa para abriga os conselhos estaduais de Educação, Cultura e um centro para formação de professores.

“Continuamos trabalhando para fazer uma Educação Pública cada vez melhor. O trabalho pela Educação Pública e de qualidade não para. Essa nova sede vai auxiliar ainda mais o conselho em suas atividades para fiscalizar, acompanhar e melhorar a Educação em nosso Estado”, disse Marconi. 

“Hoje é um dia histórico”, disse Marconi, acrescentando que tem um sentimento de “missão cumprida”, ao entregar “três em um” – referindo-se aos novos espaços inaugurados hoje. 

O governador ressaltou ainda que as novas estruturas além proporcionarem maior comodidade aos servidores, é uma demonstração a importância que o Governo de Goiás dá à Educação e à Cultura no Estado. 

“Desejo muito sucesso os novos integrantes deste conselho, que são movidos por elevado espírito público”, afirmou.

Marconi também fez referência à preservação do patrimônio da art déco em Goiânia, evidenciado no prédio histórico do antigo Colégio José Carlos de Almeida. 

O novo espaço onde está abrigado o Conselho Estadual de Educação (CEE), destacou, foi concebido com a preocupação de requalificar o prédio histórico, preservando o projeto arquitetônico original.

No discurso de despedida, a ex-presidente Esther Carvalho assinalou que não bastam investimentos, é preciso que todo o capital humano seja devotado às causas da Educação, como é o governador Marconi Perillo. 

O novo presidente do Conselho Estadual de Educação, Marcus Elias Moreira, disse que fará uma gestão colegiada e que pretende incentivar a formação de professores. Citando o educador Anísio Teixeira, afirmou no discurso de posse que “Só existirá democracia no Brasil, no dia em que se montar no País a máquina que prepara as democracias. Essa máquina é a escola pública”, arrematou. 

Pacote para a Educação
O governador Marconi Perillo anunciou neste ano uma série de medidas em prol da educação. A mais recente foi a prorrogação da vigência do vale-alimentação concedido aos servidores da Educação para 31 de dezembro de 2018. 

O vale-alimentação foi instituído em junho deste ano como parte das medidas de valorização dos servidores, por meio do Goiás na Frente Educação, e tinha vigência inicial até 31 de dezembro deste ano.

As medidas são o maior conjunto de benefícios para a Educação já implantado pelo Governo do Estado. As medidas, foram anunciadas pelo governador Marconi Perillo em maio deste ano e aprovadas pela Assembleia Legislativa. 

Entre elas estão o reajuste de 7,64% aos professores efetivos do P-1 ao P-4, criação de uma gratificação que equipara a remuneração dos profissionais da ativa do quadro transitório ao dos professores do quadro permanente e autorização do concurso público para 1.000 vagas (900 para professores e 100 para administrativos). 

Por meio do Goiás na Frente Educação também foi criada a Gratificação por Dedicação em Período Integral (GDPI) para os professores que lecionam nas escolas de tempo integral e aprovado reajuste de 21% para os servidores administrativos e de 34% para os temporários. Os reajustes, a gratificação e o vale-alimentação começaram a ser pagos na folha do mês de junho.
 Fotos: Marco Monteiro

 Fonte: Conselho Estadual de Educação tem nova sede e novo colegiado para 2018-2019 | Goiás Agora

Postagens mais visitadas