VIDA DE GADO

Na contramão do que acaba de fazer o governo Michel Temer — sob aplausos, entre outros notórios atores da sociedade brasileira, como a CNI –, os países de capitalismo avançado tentam apertar, em vez de afrouxar, o cerco à utilização de mão de obra escrava em pleno século XXI. Não propriamente por uma qualquer consciência abolicionista, por assim dizer, dos donos do poder, mas sobretudo por causa de enormes pressões da sociedade civil, o que, aparentemente, também parece ir na contramão da, digamos, vida de gado brasileira ante os arreios impostos pelos donos do poder.

Google+ Followers - Seguidores