Faltam provas, mas de ante-mão Mônica Moura diz ter recebido dinheiro em espécie na casa de Lindbergh – Influência Sobre

Delação dos marqueteiros do PT vão fazer estragos no meio político, mas o objetivo, se que podemos chamar assim, de atingir o ex-presidente Lula não foi atingido mais uma vez. As linhas estabelecidas pelo Power Point do Procurador Dallagnol ou nas convicções de Sérgio Moro não conectam a destruição de Lula justamente porque não há provas materiais do que afirmam os delatores.
 



João Santana e sua esposa Mônica Moura são as novas balas de prata que podem aniquilar o PT, com depoimentos contundentes os prisioneiros precisam comprovar tudo o que estão dizendo, sem a materialidade da prova fica tudo como está. Até que se prove materialmente que há culpa, Lula segue inocente e perseguido por Moro e o MPF sediado em Curitiba.
 

De acordo com o relato publicado pelo Jornal O Globo, o pagamento por fora foi acertado com um assessor do senador Lindbergh, mas com a anuência dele. Mônica Moura afirmou que o senador sabia, inclusive, que a OAS era quem pagaria os recursos por meio de caixa dois.

João Santana e sua esposa cobraram R$ 600 mil pelo programa eleitoral, sendo que R$ 200 mil foram pagos oficialmente pelo PT fluminense e o restante em duas entregas, uma no hotel em que eles estavam hospedados em Santa Tereza, e a outra na casa do senador. 
 Fonte: Mônica Moura diz ter recebido dinheiro em espécie na casa de Lindbergh - Jornal O Globo

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019