Em tom de chantagem, Henrique Meirelles avisa que sem reforma, juros vão “subir fortemente” | Viva a Diferença Brasil

É questão de honra para o Ministro da Fazenda e o Presidente da República aprovar a Reforma da Previdência na sua gestão, antes que a lama da corrupção suba além do pescoço dos políticos brasileiros. 

Michel Temer já admite ceder a pressão dos Deputados por cargos e ministérios, enquanto Henrique Meirelles usa a velha tática da intimidação ao setor produtivo para que os planos governamentais não sejam atrapalhados pelo impasse.
 


Veja a notícia publicada no Valor Econômico:
Reforma da Previdência Henrique Meirelles e a chantagem ao setor produtivo

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019