José Maria Marin já enfrenta Justiça nos Estados Unidos: Fiança de ex-presidente da CBF é estipulada em mais de U$ 15 Milhões

A delação de J. Hawilla e uma possível colaboração do ex-presidente da CBF pode colocar muitas pessoas e empresas no olho do furacão. Lembramos que Marin assumiu a entidade à pouco tempo no lugar de Ricardo Terra Teixeira, este sim foi responsável pela CBF por longos 14 anos, o que da uma ideia de que ele também pode ser chamado as falas nos diversos processos que correm ou poderão correr na justiça americana.

Jerome Valke, Joseph Blatter e Michel Platini também estão em maus lençóis na justiça da Suíça e outros dirigentes ao redor do mundo tem seus nomes envolvidos em falcatruas na Fifa. Até Franz Beckembauer pode estar envolvido nos rolos, pois era ele o presidente do comitê organizador da Copa da Alemanha que agora esta sob investigação.

Revelado o pagamento de propinas por parte da Alemanha em 2006, ou pelo menos a suspeita que isso tenha ocorrido, logo o FBI ou a Justiça da Suíça vão levantar os poderes que envolvem a Copa realizada no Brasil, em que pese o legado que nunca foi entregue a população, muito dinheiro foi consumido desde a escolha do país como sede em 2007, até a realização bem sucedida do evento em 2014. 

José Maria Marin já enfrenta Justiça nos Estados Unidos.
Ex-presidente da CBF, José Maria Marin, foi extraditado aos Estados Unidos e já prestou depoimento.
 





Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019