Com o Corinthians de Tite praticamente Campeão do Brasileirão, Dunga pode se sentir ameaçado no comando da Seleção

Muitos imaginavam que dentro do Horto o Atlético MG seria imbatível, mesmo diante de um Corinthians forte, e impediria que o clube paulista deixasse o estádio Independência comemorando a conquista do Brasileirão 2015 por antecipação. A imprensa de norte a sul do Brasil já decretou que o campeonato acabou na parte de cima da tabela e assim como a artilharia do certame também esta definida, a discussão se volta para a parte de baixo da tabela, pois a briga de foice no escuro para definir quem vai se livrar da degola este ano.

O Timão venceu o Galo por 3 a 0 sobrando em campo e pôs as duas mãos na taça do título da Série A do Campeonato Brasileiro de 2015. Por mera formalidade imposta pela matemática, o discurso politicamente correto é que para garantir o troféu no próximo fim de semana, na 34ª rodada, o Timão precisa vencer o Coritiba no sábado (7), às 19h30, na Arena Corinthians, e torcer para o Galo não derrotar o Figueirense no domingo (8), às 17h, no Orlando Scarpelli. Se o script for seguido e ninguém tiver faltado ao ensaio, este será o sexto título brasileiro do Corinthians. As outras conquistas foram em 1990, 1998, 1999, 2005 e 2011.

Com o melhor ataque da competição, com 61 gols, e a defesa menos vazada, com 25 gols sofridos, o time do técnico Tite tem disparado o melhor saldo de gols: 36. Estes números sucitam outras discussões, entre elas a de que o elenco paulista é tão bem treinado que poderia servir de base para a seleção brasileira, ou que o técnico Tite é que poderia ser o selecionador do escrete Canarinho.

Fato é que as coisas não andam bem na equipe formada por Dunga, e Tite já foi cotado para assumir o cargo em outra oportunidade, sendo inclusive o nome favorito para assumir, caso Dunga não solidifique seus métodos de trabalho a frente da seleção. o andamento das eliminatórias e principalmente as Olimpíadas serão os divisores de águas sobre quem estará no comando na Rússia em 2018.

“Quero enaltecer a grandeza do jogo, duas equipes que fizeram um grande ano. Você pega a média das melhores equipes do Brasil, de qualidade, futebol; duas delas estavam em campo hoje (domingo). Fora isso, conseguimos um nível de concentração muito alto, essa maturidade de jogar aqui (no Independência) é muito difícil. A gente sabe como é jogar em casa. Encaminhou (o título), mas não tem nada ganho ainda, temos a consciência exata disso. A gente tem os pés no chão”, disse Tite, após a vitória sobre o Atlético Mineiro.

O Corinthians também é o time que mais venceu na Série A, com 22 vitórias, e o que menos perdeu, com apenas quatro derrotas. Outro fato que chama a atenção é que o Corinthians é um time “democrático” na hora de balançar a rede, conta com jogadores se destacando em todos os setores do campo, existe um equilíbrio muito grande no elenco corintiano: 18 jogadores já marcaram gols pelo Corinthians na Série A. 

Jadson e Vagner Love, ambos com 12 gols são destaques em uma equipe muito coesa, tão coesa que nenhum deles foi convocado por Dunga, abrindo vaga para outro quatro craques corintianos vestirem a amarelinha. Elias, Renato Augusto, Gil e Cássio.

Se a seleção não empolga com seu futebol burocrático, a torcida parece agradar com o estilo corintiano de jogar, afinal de contas o time treinado, e bem treinado,  por Tite tem vencido e convencido todas as torcidas.

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019