Pedaladas do desespero: Planalto quer ir ao STF para anular julgamento que nem ocorreu ainda

O argumento do governo é que a eventual rejeição da arguição de suspeição de Nardes criaria uma “nulidade definitiva”, já que os demais ministros do TCU não teriam sanado um vício na tramitação do processo. 

O Planalto só não decidiu ainda o momento em que recorrerá ao STF, se após a eventual rejeição das contas pelo TCU; quando o processo das contas for para apreciação no Congresso; ou após o julgamento pelos parlamentares.
Pedaladas: Planalto quer ir ao STF para anular julgamento - Jornal O Globo


Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019