Só falta os Tucanos dizerem que o Governador é do PT: Campanha de Beto Richa à reeleição teve dinheiro de propina, diz delator

Parte da propina supostamente arrecadada por auditores da Receita Estadual em Londrina, no esquema de corrupção investigado na Operação Publicano, foi usada para financiar a campanha de reeleição do governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), afirmou o auditor fiscal Luiz Antônio de Souza, em depoimento prestado dentro de um acordo de delação premiada.

O advogado de Souza, Eduardo Duarte Ferreira, disse que, segundo o cliente, R$ 2 milhões foram arrecadados em fevereiro de 2014 para a campanha do tucano. O governador não quis comentar o assunto. Já o PSDB, partido de Richa, nega as acusações. 
O governador não quis comentar o assunto. Já o PSDB, partido de Richa, nega as acusações.

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019