Janot alerta procuradores para necessidade de união em função das investigações da Lava-Jato

Enquanto deputados, senadores e ministros faziam apostas sobre quem são os 54 nomes relacionados nos pedidos de abertura de inquérito enviados ao Supremo Tribunal Federal (STF), Janot elaborava uma mensagem em que buscava a unidade na instituição que comanda. 

Para colegas, foi uma demonstração de receio de que a onda do tsunami político pode ter retorno contra a própria instituição. 

“Não acredito que esses dias de turbulência política fomentarão investidas que busquem diminuir o Ministério Público brasileiro, desnaturar o seu trabalho ou desqualificar os seus membros. Mas devemos estar unidos e fortes”, afirmou.
Janot alerta procuradores para necessidade de união em função das investigações da Lava-Jato - Politica - Estado de Minas


Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019