UFC desmente que pagamento de Anderson Silva esteja bloqueado

O UFC se pronunciou oficialmente nesta segunda-feira sobre uma notícia veiculada pela coluna "Radar On-line", da revista "Veja", de que o pagamento de Anderson Silva referente à sua luta contra Nick Diaz no UFC 183 estava bloqueada até seu julgamento por falhar num exame antidoping pré-luta. 

Em comunicado, a organização afirmou que o relato de que US$ 6 milhões (cerca de R$ 16 milhões) devidos ao Spider estavam retidos "não procedem".

- O UFC afirma que não procedem as informações financeiras referentes ao lutador Anderson Silva - diz o comunicado.
UFC desmente que pagamento de Anderson Silva esteja bloqueado




Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019