Marcha contra o terrorismo reúne um milhão e meio de pessoas em Paris

A marcha dos franceses contra o terrorismo no país levou mais de um milhão e meio de pessoas às ruas de Paris. Segundo os organizadores, o número recorde é comparável às celebrações do título da Copa do Mundo de Futebol, vencida pela equipe francesa em 1998. Na ocasião, o mesmo número de pessoas festejou a vitória contra o Brasil, na Avenida Champs-Elysées, prinicipal ponto turístico da capital.

Outra grande manifestação ocorrida em Paris foi realizada em 2013 contra uma lei que permitia o casamento entre homossexuais. O público estimado foi de 300 mil pessoas. Em 2011, 500 mil manifestantes se reuniram na capital francesa para protestar contra racismo.

Desde quarta-feira (7), três incidentes violentos foram registrados na capital francesa, incluindo um sequestro. No total, 20 pessoas morreram, incluindo três autores dos atentados, que começaram com o ataque ao jornal Charlie Hebdo.

A marcha contra o terrorismo na França começou por volta de 12h30 (14h30 no horário local) pelas ruas de Paris. O presidente francês, François Hollande, acompanhou a manifestação junto com vários líderes mundiais, entre eles, a chanceler alemã, Angela Merkel, e o primeiro-ministro britânico David Cameron, além dos presidentes de países da União Europeia.

Os chefes de Estado presentes em Paris para a marcha silenciosa de solidariedade com as vítimas dos atentados dos últimos dias na França estiveram 20 minutos na linha de frente da manifestação, onde foram cumprimentados por Hollande.

*Com informações da Agência Lusa
Marcha contra o terrorismo reúne um milhão e meio de pessoas em Paris | Agência Brasil

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019