Gestores municipais alegam dificuldade para cumprir novo piso dos professores

Em alguns estados brasileiros, o novo piso salarial dos professores da rede pública representa uma dificuldade para governantes estaduais e municipais, principalmente na região sul do país. O valor, que antes era de 1.697 reais, passou para 1.917,78, um reajuste de 13,01%.


Na Amazônia Legal, o impasse maior parece ser para os gestores municipais, que também preveem obstáculos parar cumprir a nova meta salarial.

O presidente da Undime, União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação no Mato Grosso e secretário municipal de educação de Cuiabá, Gilberto Gomes de Figueiredo, aponta que a rede estadual já paga um valor acima do piso, mas que muitos municípios do estado talvez não consigam cumprir o novo valor.
Gestores municipais alegam dificuldade para cumprir novo piso dos professores | Radioagência Nacional




Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019