MPF defende aprovação com ressalvas das contas da Campanha Dilma

O Ministro Gilmar Mendes já disse que não é desesperador as irregularidades encontradas na prestação de conta, isso sem mencionar se são graves.

Agora o vice-procurador também emite parecer que recomenda a aprovação das contas com ressalvas.

Para os técnicos, um dos pontos considerados graves foi o fato da campanha não ter respeitado as prestações parciais de contas, informando gastos que deveriam constar na primeira parcial, na segunda, por exemplo.

Após a antecipação do parecer técnico, pela Folha, o PT havia criticado a peça e defendeu-se dizendo que os erros eram meramente formais e não podiam levar à rejeição das contas.

Os ministros do TSE irão julgar os balanços na noite desta quarta-feira.
Ministério Público defende aprovação com ressalvas das contas de Dilma - 10/12/2014 - Poder - Folha de S.Paulo


Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019