Juiz da Lava Jato nega que prisões sejam para garantir acordos de delação

Em despacho protocolar no processo, Moro afirmou que as prisões dos investigados foram devidamente fundamentadas.

“Se, após a prisão, o investigado decidir colaborar, ou não, com a investigação, trata-se de escolha voluntária dele, que não guarda relação necessária com a manutenção ou revogação da preventiva, o que será decidido à parte”.
Jornal do Brasil - País - Juiz da Lava Jato nega que prisões sejam para garantir acordos de delação

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019