Sonda adernada já opera com energia própria

A sonda de perfuração SS-53 da operadora Noble, contratada pela Petrobras, está estável e operando com energia própria após o incidente que a levou a ficar adernada (inclinada) por cinco horas na sexta-feira, segundo nota enviada, há pouco, pela prestadora de serviços inglesa.
"A sonda está estável e operando com energia própria após o incidente de controle de lastro ocorrido na sexta-feira, 28 de fevereiro. Membros adicionais da tripulação estão sendo seletivamente retornados à sonda", diz a nota.

Na noite de sexta-feira, chegaram a Macaé, no Litoral Norte do Rio, os 77 funcionários retirados da sonda de perfuração. Segundo o Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF), após uma primeira avaliação médica na própria embarcação que os trouxe ao continente, apenas três empregados, mareados, foram encaminhados ao posto médico da base operacional da Petrobras.
Leia mais: Sonda adernada já opera com energia própria

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019