Indexação é 'perigoso', diz Dilma, ao responder sobre preço da gasolina

- Dilma Rousseff entre Ministros em Brasília (Arquivo) - 
Indagada sobre suposta intervenção do governo na Petrobras para evitar o reajuste automático nos preços dos combustíveis, a presidente Dilma Rousseff afirmou nesta terça-feira (18) que é contra "indexações". Na avaliação da chefe do Executivo, a economia brasileira herdou vários problemas do passado, entre os quais a indexação de preços.
“A indexação talvez seja a memória mais forte do processo inflacionário crônico que nós vivemos ao longo dos anos 80 e 90. Indexação é algo extremamente perigoso. Então, indexar a economia brasileira ao câmbio e a outra variável externa é uma temeridade”, disse Dilma durante café da manhã com jornalistas que cobrem o Palácio do Planalto.
Leia mais: Economia - Indexação é 'perigoso', diz Dilma, ao responder sobre preço da gasolina

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019