Helicóptero da família Perrella pode ter trazido a droga do Paraguai, diz PF

O helicóptero de uma empresa da família do senador Zezé Perrella (PDT-MG) esteve no Paraguai um dia antes de ser apreendido no Espírito Santo com 445 kg de pasta-base de cocaína. Houve a prisão em flagrante de quatro pessoas, entre elas o piloto da aeronave. A informação do trajeto do helicóptero foi dada pelo delegado Leonardo Damasceno, segundo reportagem da TV Gazeta, de Vitória (ES). Responsável pelas investigações, o delegado voltou a afirmar que a família do senador não tem ligações com a droga apreendida. Zezé Perrella diz que não está envolvido com transporte de cocaína em helicóptero Helicóptero apreendido com cocaína já havia sido abastecido com verba pública Após caso envolvendo deputado, Assembleia de MG proíbe gastos com aeronaves A passagem do helicóptero pelo Paraguai foi identificada pelo aparelho GPS da aeronave, mas a PF ainda não informou se quem a pilotava nessa etapa era Rogério Antunes, piloto da empresa da família do senador, a Limeira Agropecuária, dona da aeronave. Antunes era também funcionário de confiança na Assembleia Legislativa de Minas Gerais até ser preso _ele foi indicado para o cargo na Assembleia pelo deputado estadual Gustavo Perrella (SDD), filho do senador.

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019